Nunca é tarde, para o recomeço ;]: [...]

[...]



Tento esquecer-te, arrancar o teu nome do meu peito. Mas peço o impossível. Porque sei que ainda te amo e enquanto assim for estarei a suspirar por ti. Tento esquecer-te, arrancar o teu nome do meu peito. Mas peço o impossível. Porque sei que ainda te amo e enquanto assim for estarei a suspirar por [...]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © Nunca é tarde, para o recomeço ;] Urang-kurai